Havana, Cidade Maravilha
Celino Cunha Vieira (Português)
Jueves, 09 de Junio de 2016

Celino Cunha Vieira - Associação Portuguesa José Marti / Cubainformación.- A partir de agora, Havana já é oficialmente considerada “Cidade Maravilha do Mundo Moderno”, tendo sido inaugurado no passado dia 7 um elemento escultórico com placa comemorativa à entrada da baía, frente ao “Castillo de San Salvador de la Punta” assinalando-se assim o reconhecimento de milhões de pessoas de todo o mundo que votaram durante o ano de 2014 num concurso organizado pela Fundação Suíça “New7Wonders” que seleccionou inicialmente 1.200 cidades de aproximadamente 220 países até se chegar à fase final com apenas 14 candidatas.

Até ao dia 11 decorrerão diversas actividades alusivas à distinção, onde terão lugar conferências, um desfile de “comparsas” no passeio do Prado, uma mostra pictórica de estudantes da Academia de San Alejandro, um festival desportivo e apresentações ao ar livre de concertos musicais, teatro, ballet, coros, Buena Vista Social Club e muitos outros.

Quem já visitou a cidade sabe que é inteiramente justa esta designação, pois atendendo às vicissitudes porque o país tem passado, com um bloqueio económico, comercial e financeiro que obriga a desviar recursos para bens essenciais, tem mesmo assim conseguido uma excelente recuperação do seu centro histórico levada a cabo pelo Gabinete do Historiador, dirigido pelo Dr. Eusébio Leal, constituindo sem dúvida, um bom exemplo do que se pode fazer com parcos meios, mas com muita imaginação, muito trabalho e muito amor.

O tremendo esforço que tem sido feito para preservar e manter a traça de edificações em ruínas transformando-as em modernas instalações destinadas gratuitamente a importantes sectores sociais como infantários, centros de dia ou lares para idosos com unidades de cuidados paliativos, para além de novos museus, galerias de arte, restaurantes temáticos ou hotéis de charme, constitui uma notável obra digna de ser apreciada e reconhecida.

Havana, classificada como Património da Humanidade pela UNESCO desde 1982, é uma das cidades mais bonitas do mundo, com um passado que a honra, mas sobretudo com um presente em que harmoniosamente se misturam culturas e estilos arquitectónicos que chamam a atenção pela sua diversidade e contraste entre o antigo e o moderno, entre o clássico e o contemporâneo.

Modestamente mas com orgulho, Portugal está bem representado, pois muitos dos azulejos que indicam o nome das ruas do Centro Histórico foram executados no nosso país pela Fábrica de Olaria da Viúva Lamego, pelo painel representando Eça de Queiroz numa das paredes da “Casa de las Infusiones” em “la calle Mercaderos” e pela estátua de Luís Vaz de Camões situada frente ao Hotel Ambos Mundos e que só foi possível concretizar graças ao extraordinário empenhamento da Embaixadora Johana Tablada que contou com o apoio do Instituto Camões e que foi inaugurada em 2014 pelo Secretário de Estado Luís Campos Ferreira em representação do governo português.

Motivos não faltam para visitar Havana e muitas outras cidades e locais de Cuba.

 

Lo último

01 de Octubre // 08:24
documentales-de-hernando-calvo-ospina-en-la-casa-de-la-solidaridad-en-estocolmo Comité Internacional Paz, Justicia y Dignidad a los Pueblos - Capítulo Suecia.- El viernes 27 de septiembre, la Asociación[...]
01 de Octubre // 08:10
bartolome-sancho-desmonto-tesis-sobre-crisis-humanitaria-en-venezuela-y-cuba Gerardo Moyá Noguera - Casa de Amistad Baleares-Cuba.- Bartolomé Sancho, periodista balear residente en La Habana y presidente de Honor de la[...]
01 de Octubre // 07:23
nueva-propuesta-literaria-cuba-frente-al-buen-vecino-entre-el-contrato-y-la-herejia Cubadebate.- “Cuba frente al buen vecino. Entre el contrato y la herejía”, libro del ingeniero y periodista Iroel Sánchez, será presentado el[...]
Revista
Lo + leido
Recomendamos